Sintomas da gravidez

Confira os sintomas mais comuns que ocorrem durante a gestação:

Falta de ar

FALTA DE AR:

Ocorre com maior frequência nos últimos três meses de gestação. A respiração fica difícil durante esforços físicos ou mesmo sem esforço aparente. Solução: faça uma pausa no que você estiver fazendo e procure relaxar. Se o sintoma continuar e for seguido de dor no tórax, entre em contato com seu médico.

Dor na região lombar

DOR NA REGIÃO LOMBAR:

Dor difusa na região lombo-sacra. A lordose na grávida acontece por haver uma mudança no eixo de equilíbrio. O ventre pesado exige uma compensação ao andar – pernas mais abertas e “andar de pata”. Solução: mantenha a coluna reta e procure deixar o quadril encaixado. Procure fazer exercícios que fortaleçam a musculatura das costas e evite usar saltos altos. Durma em colchão ortopédico.

Ortopedia traumas

EDEMAS (INCHAÇOS):

Ocorrem com maior frequência nos últimos três meses, na região das mãos e tornozelos. Solução: evite estar por muito tempo em pé. Quando estiver descansando, coloque as pernas para o alto. Faça uma dieta excluindo o sal por alguns dias. Isto deve melhorar a retenção de líquido e a circulação.

Hemorróidas

HEMORROIDAS:

Podem ocorrer a partir do segundo trimestre. Prurido, ardor e forte dor durante o ato de evacuar. Eventualmente, dor na região lombo-sacra. Solução: procure seguir uma dieta rica em fibras e beba muita água. Peça a seu médico uma pomada anti-inflamatória e faça compressas de gelo para aliviar as dores.

Gases

FLATULÊNCIA (GASES):

Costuma acontecer no primeiro e no terceiro trimestre de gravidez. Sensação de fastio, ardor e gases no estômago após as refeições. Solução: evite alimentos que possam provocar acidez. Chá de camomila ou de erva-cidreira pode ajudar. Se os sintomas persistirem, peça a seu médico um antiácido.

Incontinência

INCONTINÊNCIA:

Muito comum no último trimestre de gravidez. Dificuldade de reter a urina devido à pressão do útero na bexiga. Solução: procure urinar com maior frequência.

 

Inflamação da gengiva

INFLAMAÇÃO DA GENGIVA:

É muito comum que os dentes e a boca fiquem com sensibilidade excessiva durante os nove meses de gestação devido à demanda extra de cálcio ou à falta de vitamina C. Outra razão é a alteração no processo de coagulação, comum na gravidez. Solução: consulte com maior frequência o dentista. Dobre o cuidado com a higiene bucal após cada refeição.

 

Insônia

INSÔNIA:

Este é um problema que pode ocorrer durante os nove meses. Geralmente se manifesta por dificuldade de pegar no sono ou de voltar a adormecer após as idas e vindas ao banheiro durante a noite. Solução: procure caminhar durante o dia ou fazer algum outro exercício leve. Antes de ir para cama, tome um banho morno, que é muito relaxante. Ao se deitar, na hora de apagar a luz, beba um pouco de leite quente. Respire profunda e lentamente por alguns minutos. O sono virá logo.

Náuseas

NÁUSEA MATUTINA:

Costuma acontecer nos primeiros três meses. Enjoo provocado por odor de comida ou cigarro, este último contraindicado na gravidez. Algumas vezes, pode ocorrer vômito sem causa aparente. Solução: procure não fazer refeições pesadas. Prefira comer pouco, dividindo em várias vezes, não deixando o estômago totalmente vazio por longos períodos.

Cãibras

CÃIBRAS:

É muito comum durante toda a gestação. Ocorrem nas pernas, pés e costas, por problemas de irrigação sanguínea, falta de cálcio ou de vitamina B1. Solução: massageie a região por alguns minutos e virá o alívio. Se a frequência das câimbras for muito alta, informe ao seu médico.

Alterações no paladar

ALTERAÇÃO DO PALADAR:

Durante os nove meses, o seu paladar estará alterado e suas preferências alimentares mudarão. Normalmente, o desejo por sabores doces aumenta e muitas vezes você terá desejo de comer alimentos nunca apreciados antes, tais como pimenta e frutas muito ácidas. Pode aparecer um sabor ferroso na boca. Solução: não se preocupe muito com este desejo por doces, mas procure não se exceder em alimentos muito calóricos, pois isto acarretará um aumento de peso desnecessário.

Manchas na pele

MANCHAS NA PELE:

Sintomas – No segundo e no terceiro trimestre, é comum que os bicos dos seios escureçam. Além disso, pode aparecer uma linha escura no meio da barriga, e algumas manchas no rosto, chamadas de cloasma gravídico. Solução: procure não se expor ao sol sem filtro solar com alto fator de proteção. Normalmente estas manchas desaparecem após algum tempo depois de o bebê nascer.

Azia

AZIA:

Sintomas – Nos últimos três meses, é comum ardor na boca do estômago e, algumas vezes, regurgitar com acidez e sem vômito. Solução: evite deitar logo após as refeições. Durma com um travesseiro mais alto que o comum: deste modo você evita que o estômago fique comprimido, facilitando a digestão. Alimentos alcalinos podem ajudar – leite, por exemplo.

Secreção Vaginal

SECREÇÃO VAGINAL:

Durante toda a gestação é comum eliminar uma secreção esbranquiçada sem odor ou ardência. Solução: não há nada a fazer. Continue com sua higiene íntima normal, usando água pura. Em caso de a secreção ter um aspecto escuro, entre em contato com seu médico o mais rápido possível.

Contrações abdominais

CONTRAÇÃO ABDOMINAL:

A partir do segundo trimestre, é comum ocorrerem contrações esparsas, provocadas por movimentos do feto. Solução: não se preocupe, pois, como chegam, partem. É como um treino para o nascimento do bebê. Fique alerta e entre em contato imediato com seu médico caso as contrações se tornem muito frequentes – a barriga fica com o formato de uma bola muito dura – se ocorrer dor e se o feto se mostrar agitado.

Estrias

ESTRIAS:

Surgem nas coxas, abdômen e seios Solução: quanto mais lentamente você engordar menor o risco, sendo fundamental que você mantenha a pele bem hidratada, com o uso de óleo de amêndoa ou creme hidratante.

Prisão de ventre

PRISÃO DE VENTRE:

Dor abdominal e dificuldade de evacuar. Solução: mantenha uma dieta rica em fibras. Beba muito líquido e recorra ao chá de Senne, um laxante natural. Ameixas secas e damascos também podem ajudar.

Sudorese

SUDORESE:

O suor em excesso é comum no primeiro e no terceiro trimestre. Solução: beba líquido para repor o que foi perdido. Use roupas de algodão que absorvem melhor o suor.