Lembrando da importância da Triagem Neonatal, o Brasil comemora hoje o Dia Nacional do Teste do Pezinho. Imprescindível, esse exame é realizado para detectar precocemente possíveis doenças nos recém-nascidos.

Leia abaixo o que o Dr. Fábio Kawakami, médico coordenador da UTINeo do HNA, diz sobre o assunto:

“O Teste do Pezinho já participa do cotidiano dos papais e mamães desde a década de 70, se tornando obrigatório em todo o país em 1992, devido sua grande importância. Ele é realizado a partir do 2º dia de vida do recém-nascido, através da coleta de gotas de sangue retiradas do calcanhar do bebê.

Nesse exame é possível detectar uma série de doenças congênitas* que, se tratadas precocemente, podem evitar sequelas e/ou deficiências no desenvolvimento do recém-nascido. Devido a isso, é sempre importante reforçar a necessidade do procedimento, alertando aos familiares e aos profissionais da saúde envolvidos no bem-estar dos bebês.

Converse com seu ginecologista e com o futuro pediatra do seu bebê sobre o Teste do Pezinho. Ele, além de ressaltar a importância do mesmo, irá tirar suas prováveis dúvidas sobre a abrangência do teste e qual é o mais adequado e indicado para o seu recém-nascido”.

*Exemplos de doenças triadas pelo Teste do Pezinho:

  • Fenilcetonúria
  • Hipotireoidismo Congênito
  • Anemia Falciforme
  • Hiperplasia de Adrenal Congênita
  • Fibrose Cística
  • Hemoglobinopatias
  • Deficiência de G6PD
  • Deficiência de Biotinidase
  • Distúrbios Ácidos Graxos
  • Distúrbios dos Ácidos Orgânicos
  • Distúrbios do Ciclo da Ureia
  • Aminoacidopatias
  • Mucopolissacarídeos