Dia 10 de julho é comemorado mundialmente o dia da saúde ocular. A data é uma forma de alertar a população sobre doenças relacionadas a visão, enfatizando a importância da prevenção e tratamento de doenças oculares, fazendo com que se torne um habito o cuidado com a visão desde muito cedo.

Entre as principais alterações oftalmológicas temos:

1) Distúrbios refracionais, entre eles: hipermetropia, miopia, astigmatismo e presbiopia. Todos devem ser diagnosticados precocemente (desde a primeira infância) para acompanhamentos seriados.

2) Estrabismo, condição que causa um desalinhamento ocular e pode levar a baixa acuidade visual severa.

3) Catarata, que se trata da primeira causa de cegueira reversível em idosos. Deve ser diagnosticada e operada, quando possui indicação.

4) Glaucoma, doença do nervo óptico que pode causar deficiência visual irreversível. Como, na maioria dos casos, é assintomática requer acompanhamento rigoroso.

4) Retinopatia diabética e hipertensiva: doenças associadas a Diabetes Mellitus e Hipertensão arterial sistêmica que podem impactar gravemente na qualidade de visão.

Além destes, existem outras doenças oftalmológicas graves e muitas delas assintomáticas. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde – OMS, cerca de 314 milhões de pessoas em todo o mundo têm algum tipo de deficiência visual, sendo que 45 milhões deles são cegos (destes casos, 75% poderiam ser evitados ou curados).

A prevenção, através da realização de exames periódicos é fundamental para evitar futuros problemas. Existem muitos tratamentos e prevenções que podem nos ajudar a manter uma visão de qualidade ao longo da vida.

Seja prudente: faça seu check up oftalmológico ao mínimo anualmente.

Dr. Alfonso Nomura – Oftalmologista do HNA